domingo, 4 de setembro de 2011

ORIGEM DA FAMÍLIA MARTINS DO COUTO EM MINAS GERAIS

Por Mauro Luiz Senra Fernandes



Santo Antônio do Aventureiro, MG

Acredita-se que a Família Martins do Couto se inicia com o Guarda-Mor Manoel Gonçalves Couto, que nasceu em 1750, natural do Arcebispado de Braga – Portugal e casado com Mariana Angélica Gonçalves, natural de Itaverava, Província de Minas Gerais e possivelmente seus filhos foram:

Alferes Francisco Gonçalves Couto, era fazendeiro, nasceu em São José do Xopotó, Alto do Rio Doce, casado em primeiro matrimônio com Anna Gonçalves Côrtes, filha de José Gonçalves Côrtes, natural do Acerbispado de Braga – Portugal, e de Mariana Rios, casado em segundo matrimônio com Josepha D’Avila Lobo Leite Pereira, filha do Guarda-Mor Antônio Agostinho Lobo Leite Pereira, que faleceu em 1815 e Anna Francisca D’Avila e neta de Josepha D’Avila e Silva Figueiredo (há uma Anna Benedita de Ávila Leite que recebeu uma sesmaria numa mesma época e lugar que Antônio Martins do Couto, Padre Manoel Gonçalves Couto e Julio Aureliano Couto, no Ribeirão da Conceição entre 1817 e 1819).
Filhos do primeiro matrimônio do Alferes Francisco Gonçalves Couto:

•• Anna Balbina Côrtes Couto, casada com João Gonçalves Guedes;

•• Francisca Carolina Côrtes Couto, casada com Francisco Antunes de Siqueira;

•• Agostinho Côrtes (retirou o nome Couto para não ficar com o mesmo nome de seu tio Agostinho Couto), casado com Anna Couto;

•• Maria Jesuína Côrtes Couto – Vovó da barra ou Maria da Espera, nascida em 1805, casada com Joaquim Cesário de Figueiredo, nascido em 1800, em São José do Xopotó – Alto do Rio Doce e em São José de Além Paraíba, foram desbravadores da Fazenda da Barra.
Filhos do segundo matrimônio do Alferes Francisco Gonçalves Couto:

•• Antônio Gonçalves Couto, casado com Bárbara Moreira Penna – tia do Conselheiro Afonso Penna;

•• José Gonçlalves Couto, casado com Porcina Maria de Barros.;

Agostinho Gonçalves Couto

Padre Manoel Gonçalves Couto, recebeu uma sesmaria no Ribeirão da Conceição em 3 de abril de 1818;

Júlio Aureliano do Couto, casado com Anna Cândida da Costa, proprietário da fazenda Córrego do Monteiro, recebeu uma sesmaria no Ribeirão da Conceição no dia 4 de abril de 1817, em Santo Antônio do Aventureiro e faleceu em 13 de dezembro de 1872 e seus filhos foram:

•• Júlio Aureliano Martins do Couto, casado com Francisca Carlotta de Castro;

•• Maria Thereza do Carmo, casada com o primo Custódio Martins do Couto, filho de seu tio Antônio Martins do Couto e Maria Victória de Jesus e seus filhos foram:
••• Apolinário Martins do Couto, faleceu com vinte dias de nascido, em 3 de agosto de 1886;
••• Anna Martins do Couto;
••• Thereza Martins do Couto;
••• Júlia Martins do Couto;
••• Felisbina Martins do Couto; e
••• Francisca Martins do Couto.;

•• Antônio Júlio da Costa, casado com Carolina Dutra de Morais;

•• Francisco de Assis Aureliano do Couto, casado com Thereza Carolina da Costa;

•• José Aureliano do Couto, casado com a prima Firmina Maria de Jesus, filha de seu tio Antônio Martins do Couto e Maria Victória de Jesus e seus filhos foram:
••• Emiliana Martins do Couto, nascida em 1870, foi casada com Antônio José Fernandes e tiveram os filhos: Alfredo Martins Fernandes, casado com Virginia; Rosa Martins Fernandes; Agnelo Martins Fernandes; e Sophia Fernandes Gama.
••• José Aureliano Martins do Couto, nascido no ano de 1872;

•• João Aureliano do Couto, casado com Francisca Cândida Velloso;

•• Clara Cândida da Costa, faleceu em fevereiro de 1873, foi casada com Antônio Gonçalves Velloso e seus filhos foram:
••• Antônio Gonçalves Velloso, nasceu em 1867;
••• Júlio Aureliano Gonçalves Velloso, nascido em 1869; e
••• Francisca Cândida da Costa.;

•• •• Anna Cândida da Costa, casada com o primo Coronel Francisco Martins do Couto, filho de seu tio Antônio Martins do Couto e Maria Victória de Jesus e seus filhos foram:
••• Maria Natalina Martins Fortes – Sinhá, casada com o comerciante libanês, Capitão Jorge José Fortes;
••• Eduardo Martins do Couto, fazendeiro no Município de Resplendor – no Vale do Rio Doce;
••• Simplício Martins do Couto, fazendeiro em Benjamim Constant;
••• Laudelina Martins da Costa, nascida em 1873, casada com Agilberto Costa, fazendeiro em Santo Antônio do Paraibuna – Juiz de Fora; e
••• Bernardina Martins Coutinho, casada com o Coronel Rufino Coutinho – fazendeiro em Penha Longa; e
••• Clara Martins do Couto, nascida em 1875.;

•• Maria Luiza do Carmo, casada com Júlio Aquino Xavier;

•• Ritta Cândida da Costa, nascida em 1857 e casada com Antônio Teixeira de Carvalho;

•• Joaquim Marcellino do Couto, nascido em 1854, faleceu em 18 de setembro de 1872, assassinado por um escravo;

•• Agostinho Aureliano do Couto, nascido em 1859.Filhas de Júlio Aureliano Couto

Antônio Martins do Couto, que nasceu em 1793, foi vereador substituto na Câmara de Barbacena em 1822 e em 9 de outubro de 1817, recebeu uma sesmaria no sertão do Rio Paraíba, no Ribeirão da Conceição onde deságua no Rio Paraíba e formou a Fazenda da Conceição do Paraíso - faleceu em 1897, em São José de Além Paraíba e casou-se com Maria Victória de Jesus, filha do Coronel João Ferreira da Fonseca e Josepha Maria de Assumpção, nascida em 1808, na Fazenda Olho D’Água, em Barbacena, faleceu na Fazenda da Conceição do Paraíso, no dia 23 de junho de 1873, em 27 de julho de 1818 recebeu uma sesmaria no sertão do Rio Paraíba, entre as serras da Conceição e Feia, faleceu em 23 de junho de 1876, na Fazenda da Conceição do Paraíso, em Santo Antônio do Aventureiro.
Alto da Conceição - Distrito de Santo Antônio do Aventureiro, MG - antiga Sesmaria do Alto Conceição ou Fazenda da Conceição do Paraíso, em 1896, parte dessas terras foram doadas para construção da Capela pelos herdeiros Francisco Martins do Couto e sua esposa Anna Cândida da Costa e Custodio Martins do Couto e sua esposa Maria Thereza do Carmo

Antônio Martins do Couto e Maria Victória de Jesus tiveram os seguintes filhos:

•• Carolina Maria de Jesus – “Vovó da Cachoeira” - nasceu em Barbacena no ano de 1829 e faleceu em 21 de maio de 1921, na Fazenda da Cachoeira em São José de Além Paraíba.
Foi casada em primeiro matrimônio com o primo Carlos José Ferreira, fazendeiro na Conceição, e negociante de cargas, natural de Barbacena e faleceu prematuramente em Santo Antônio do Aventureiro, no dia 22 de janeiro de 1856, era filho José Ferreira Armond e Constancia Raimunda da Silva, neto paterno de José Ferreira Armond, morador na Freguesia de Nossa Senhora da Piedade da Borda do Campo – Comarca do Rio das Mortes e Anna Maria de Jesus, e neto materno do Coronel Carlos José da Silva e Ignácia Rosa Angélica da Silva.
Em 1859, contraiu segundo matrimônio com Capitão Vicente Mendes Ferreira Júnior, que nasceu em 1834, na Cidade de Barbacena, filho de Vicente Mendes Ferreira e Carolina Maria Ferreira, foi o primeiro proprietário da Fazenda da Cachoeira, em São José de Além Paraíba, da Fazenda Paciência, na Vila de Angustura e da Fazenda Terra Corrida, em Santo Antônio do Aventureiro. Foi também, o maior acionista da Empresa Carril Além Paraíba e vereador no Município de São José de Além Paraíba.
De seu matrimônio com Carlos José Ferreira, teve os seguintes filhos:
••• Maria Carolina de Jesus, nascida em 1852, faleceu em 25 de julho de 1943 e casou-se na Fazenda Paciência – Vila de Angustura, no dia 17 de julho de 1875 com o Capitão Pedro de Oliveira Senra, proprietário da sesmaria São Pedro e herdou a Fazenda Terra Corrida, filho de Manoel de Oliveira Senra e Maria Luiza de Jesus, proprietários da Fazenda Vargem Grande do Rio Angu – em Monte Verde;
••• José Carlos Ferreira, nasceu em 1853, era proprietário da Fazenda do Buraco Quente – na Terra Corrida, em Santo Antônio do Aventureiro e casou-se em 25 de maio de 1872, às 2 horas da tarde, na Capela de Santo Antônio do Aventureiro, com Anna Joaquina de Cerqueira Leite, nascida em Santo Antônio do Aventureiro e faleceu na Fazenda da Cachoeira em 28 de setembro de 1901 e era filha de José Francisco de Cerqueira leite e Maria Joaquina de Cerqueira;
••• Carlotta Carolina de Jesus, nascida no ano de 1855 e faleceu no ano de 1886 – com apenas vinte cinco anos de idade de “Hemorragia post partum”. Casou-se na Fazenda Boa Vista, no dia 21 de outubro de 1870, com o primo de sua mãe Carlos Alves Garcia, fazendeiro em Santo Antônio do Aventureiro, era filho de Manoel Alves Garcia e de sua tia-avó Bernardina Carolina de Jesus.;

•• Romualdo Martins do Couto, natural de Barbacena, foi fazendeiro na Vila de Angustura, foi casado com Thereza Maria Duarte e seus filhos foram:
••• Romualdo Martins do Couto Filho, nascido em 1873, casado com Maria do Carmo do Couto;
••• Antônio Romualdo Martins do Couto;
••• José Romualdo Martins do Couto, casou-se no dia 24 de janeiro de 1880, com a prima Thereza Camilla de Jesus, filha de seu tio Rodolpho Martins do Couto e Camilla Carolina de Jesus;
••• Francisco Romualdo Martins do Couto, casado com Rita Martins do Couto;
••• Maria Thereza Duarte, casada com Francisco de Paula Rezende;
••• Mariana Thereza Duarte, casada com Theodolino Gonçalves de Rezende;
••• Joaquim Romualdo Martins do Couto;
••• Constança Thereza Duarte, casada com o primo Camillo Martins do Couto, filho de seu tio Rodolpho Martins do Couto e Camilla Alves Garcia; e
••• Bernardina Thereza Duarte, casada com Dominciniano Alves Garcia.;

No centro, Thereza Maria Duarte - esposa de Romualdo Martins do Couto

•• Custódio Martins do Couto, natural de Barbacena, fazendeiro em Santo Antônio do Aventureiro e casado com a prima Maria Thereza do Carmo, filha de seu tio Julio Aureliano Couto e Anna Cândida da Costa - proprietários da Fazenda do Monteiro e tiveram os seguintes filhos:
••• Apolinário Martins do Couto, faleceu com vinte dias de nascido, em 3 de agosto de 1886;
••• Anna Martins do Couto;
••• Thereza Martins do Couto;
••• Júlia Martins do Couto;
••• Felisbina Martins do Couto; e
••• Francisca Martins do Couto.;

•• Maria Guilhermina de Jesus, casada com João Pacheco Louro – fazendeiro em São João Nepomuceno;

•• Rodolpho Martins do Couto, fazendeiro em São José de Além Paraíba, foi casado em primeiro matrimônio com a prima Camilla Carolina de Jesus, nascida em 1852 e falecida em 29 de setembro de 1887, em Santo Antônio do Aventureiro, era filha de Manoel Alves Garcia e sua tia Bernardina Carolina de Jesus e casou-se em segundo matrimônio com Auta Augusta de Souza Guerra.
Filhos do primeiro matrimônio:
••• Camilla Carolina de Jesus, casada com o primo Francisco Mendes Ferreira, filha de Francisco de Souza e Silva e de sua tia Carlotta Maria de Jesus;
••• Filomena Carolina de Jesus, casada com o primo Alfredo Martins Ferreira, filho de João Ferreira Martins e de sua tia Francisca Alves Garcia;
••• Camillo Martins do Couto, casado com a prima Constança Duarte, filha de seu tio Romualdo Martins do Couto e Thereza Maria Duarte;
••• Thereza Carolina de Jesus, casou-se no dia 24 de janeiro de 1880, com seu primo José Rodolpho Martins do Couto;
••• Luiza Carolina de Jesus, nascida em 1872; e
••• Josephina Carolina de Jesus.
Filha do segundo matrimônio:
••• Maria Victória de Jesus, nascida em 1887 e casou-se no dia 18 de janeiro de 1902 – em Santo Antônio do Aventureiro, com o industrial italiano Affonso Sálvio, que nasceu em 1880, filho de Miguel Sálvio e Rosa Tepedino, que construiu um palacete na Vila Laroca, em São José de Além Paraíba e batizou com o nome de “Vila Maria Victória”.;
••• Francisca Carolina de Jesus, casada com Silvério Augusto de Mello – fazendeiro em Santa Bárbara do Tugúrio;
Fazenda da Reforma - pertenceu a Maria Victória, filha de Rodolpho Martins do Couto
Maria Victória Martins Sálvio e família

•• Carlotta Maria de Jesus, casada com Francisco de Souza e Silva, fazendeiro e comerciante na Vila de Angustura, seus filhos assinavam o sobrenome Mendes Ferreira e um de seus filhos foi:
••• Francisco Mendes Ferreira, casado com a prima Camilla Carolina de Jesus, filha do tio Rodolpho Martins do Couto e Camilla Alves Garcia.;

•• Maximiniana Carolina de Jesus, casada com Theobaldo José de Mello;

•• Lino Martins do Couto, casado com Maria Salomé Leite Menezes;

•• Coronel Francisco Martins do Couto, batizado em São José de Além Paraíba em 26 de maio de 1846, casado com a prima Anna Cândida da Costa Couto -Donana - filha de seu tio Júlio Aureliano Couto e Anna Cândida da Costa e seus filhos foram:
••• Maria Natalina Martins Fortes – Sinhá, casada com o comerciante libanês, Capitão Jorge José Fortes;
••• Eduardo Martins do Couto, fazendeiro no Município de Resplendor – no Vale do Rio Doce;
••• Simplício Martins do Couto, fazendeiro em Benjamim Constant;
••• Laudelina Martins da Costa, nascida em 1873, casada com Agilberto Costa, fazendeiro em Santo Antônio do Paraibuna – Juiz de Fora; e
••• Bernardina Martins Coutinho, casada com o Coronel Rufino Coutinho – fazendeiro em Penha Longa;
••• Clara Martins do Couto, nascida em 1875.;

•• Firmina Maria de Jesus, casada em primeiro matrimônio, na Fazenda da Conceição, no dia 7 de setembro de 1869, com o primo José Aureliano Couto, filho de seu tio Júlio Aureliano Couto e Anna Cândida da Costa, e em segundo matrimônio com Genário Inácio da Silva.
Filhos do primeiro matrimônio:
••• Emiliana Martins do Couto, nascida em 1870, foi casada com Antônio José Fernandes e tiveram os filhos: Alfredo Martins Fernandes, casado com Virginia; Rosa Martins Fernandes; Agnelo Martins Fernandes; e Sophia Fernandes Gama.
••• José Aureliano Martins do Couto, nascido no ano de 1872;
Filha do segundo matrimônio:
••• Nelsina Couto Cacciatore, foi casada com o italiano Luiz Cacciatore.

Após o falecimento de sua esposa Maria Victória de Jesus, na Fazenda da Conceição do Paraiso, no dia 23 de junho de 1873, o pioneiro Antônio Martins Couto, casou-se em Santo Antônio do Aventureiro, no dia 9 de novembro de 1879, com Adelaide Augusta de Oliveira, filha de João Lopes de Oliveira e Francisca Vindelina dos Santos, em 1884 separou-se e sua esposa foi morar na cidade do Rio de Janeiro.
De seu segundo matrimônio tiveram os filhos:

•• Maria Augusta de Oliveira Couto, nasceu em 28 de fevereiro de 1875, em Santo Antônio do Aventureiro;

•• Antônio Martins do Couto, batizado em 18 de dezembro de 1886.

23 comentários:

  1. Um trabalho que nos brinda cada dia!!!
    Parabens Mauro e obrigado pelo presente.

    Vanderlan OLiveira de Moraes (Bisneto do"barão da Torre")

    Sâo Bernardo do campo -São Paulo

    ResponderExcluir
  2. Grande Mauro! Entrou em contato comigo um rapaz chamado Sandro que é descendente do casal Antônio Julio da Costa e Carolina Dutra de Moraes, citado nessa postagem. Ele queria informações sobre a ascendência de Carolina (que eu não tenho, mas vou pesquisar, seguindo minha busca pelos Dutra de Moraes da região). Ele conta que o casal teve um filho chamado Theodorico Antonio da Costa, que casou-se com Emília Pinheiro. Ele conta seu bisavô (Theodorico) "teria saido de Mar de Espanha para o Norte Fluminense por causa de disputas politicas. Parece que levou um tiro quando já estava no trem"! E ele possui informações sobre a descendência desse casal (Theodorico e Emília), que se instalou em São João do Paraíso, Cambuci/RJ e depois em Mimoso do Sul/ES, na Fazenda Jacutinga, onde faleceram.

    Mandei o link dessa postagem pra ele.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Oi Mauro, aqui e' o Sandro que o Diego citou acima. Obrigado pelo seu fantastico blog!

    Nessa pagina voce se refere ao Antonio Julio da Costa, casado com Carolina Dutra de Moraes, meus tetravos'. Por meio de voce descobri o nome dos pais do Antonio Julio da Costa.

    Uma duvida: Anna Candida da Costa, mae do Antonio Julio da Costa, nao seria a filha de Antonio Jose' da Costa que aparece aqui (http://alemparaibahistoria.blogspot.com/2010/05/alguns-pioneiros-dos-sertoes-de-lestes.html)?

    Se for o caso, a outra pagina tem uma incorrecao. Ela diz que o marido de Anna da Costa seria "Julio Aurelino Martins do Couto" e nao "Julio Aureliano do Couto". Esse primeiro aparentemente e' outra pessoa, que tambem aparece na pagina acima.

    Por sinal, por meio da esposa de Antonio Jose da Costa se chega a Genealogia Paulistana.

    Muito obrigao, e um abraco desde Miami,
    Sandro.

    ResponderExcluir
  4. Olá Mauro, seu blog é mágico,pois causa enorme emoção em quem lê. Meu pai Pindaro Costa é neto do casal citado pelo Sandro,o senhor THEODORICO ANTONIO DA COSTA E EMILIA PINHEIRO eles eram pais de meu avó JOSÉ PINHEIRO COSTA. Meu avó nasceu em Cambuci no Rio de Janeiro. E o Sandro contou a história real. Será que é possível entrar em contado com o Sandro? Segue o e-mail do colégio que leva o nome do meu avó JOSÉ PINHEIRO COSTA: colegiopinheirinho@ibest.com.br

    ResponderExcluir
  5. Mauro,
    Parabens pelo seu blog. Sei como é difícil fazer a arvores genealógica de uma família! Estou tentando fazer a arvore dos descendentes de Manoel Gonçalves Couto e Mariana Gonçalves. Encontrei os inventários deles, e dos filhos Joaquim e Padre Manoel no arquivo de Mariana, e tirei foto desses inventários. Estou fazendo a leitura devagar, pois a escrita do inicio do sec 19 é dificil.
    Manoel Gonçalves Couto nasceu em 1735 , veio para o Brasil em 1750, Casou-se em 1773 com Mariana (nascida em 1754).
    No inventário deles constam os seguintes filhos (os demais dados foram retirados de outros locais):
    1.1. Padre Manoel Gonçalves Couto (2º do mesmo nome) – nascido em 1777, faleceu em 1822.

    1.2. Francisco Gonçalves Couto (1º) (Alferes) – nasceu em 1779 em São José do Xopotó ( atual Alto Rio Doce-MG). Casou-se em primeiras núpcias com Ana Zeferina Cortes e em segundas núpcias com Josepha de Ávila Lobo Leite Pereira filha do casal Antônio Agostinho Lobo Leite Pereira e Anna Francisca DÁvila e Silva.

    1.3 Antonio Gonçalves Couto (1º) – nascido em 1781. Também foi Guarda Mor. Casou-se com Constança de Ávila Lobo Leite Pereira, nascida em 1796 e falecida em 1865.

    1.3. José Gonçalves Couto (1º) (Capitão) - nascido em 1783, faleceu em 1827. Casou-se com Francisca Claudiana. Sem filhos.

    1.4. Anna Joaquina Gonçalves Couto – nascida em 1788, foi casada com o Alferes José Felipe Gomes Barroso.

    1.5. Maria Lina Gonçalves Couto – nascida em 1793, foi casada com Felisberto Vieira de Souza.

    1.6. Joaquim Gonçalves Couto (1º com este nome) – nascido em 1797, faleceu em 1838. Sem filhos. Os irmãos foram seus herdeiros.

    No livro de Arthur Rezende, há informação de que o Antonio Gonçalves Couto casou-se com Constança Lobo Leite Pereira, irmã de Josepha (que se casou com Francisco Gonçalves Couto).
    O casal Francisco e Josefa são os ancestrais do meu marido ( bisavos do meu sogro).
    Encontre na internet informação de que a Constança era casada com Antonio Martins do Couto e não com Antonio Gonçalves Couto. Pode ser que tenha havido confusão do Artur Rezende em função da semelhança dos nomes. Ainda não consegui apurar isso.
    De qualquer forma, posso lhe garantir que o casal Manoel e Marianna não teve filho de nome Julio Aureliano do Couto. Se você quiser lhe envio fotos do inventários dele (ou do testamento).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Decorridos quase dois anos, haveria como me mandar as fotos do inventário E do testamento.

      sou descendnete (tetraneto) do casal Maria Lina Gonçalves Couto e Felisberto Vieira de Souza.

      Obrigado, pelo que puder fazer.
      Ruy Pereira Furquim Werneck
      Belo Horizonte
      rpfwgen@gmail.com

      Excluir
  6. Mauro,
    meu nome é Maria do Carmo Couto
    mcarmocouto@terra.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi eu sou neto de Sebastiaõ Martins coto ele foi para o mato grosso do sul com quinze anos de idade , e nunca mais voltou quando construiu familha ele morreu deixando tres filho um deles é meu pai Ademir martins coto eseus irmaõs Jair ,Altair, e meu pai procura seus tio. Eu só sei que os nomes saõ Julio , e Antonio,e morava em mg, se souber algo me ajudi .meu tel é 035 91329910

      Excluir
  7. BOA NOITE MAURO E PARABÉNS PELO TRABALHO
    BEM MEU NOME É VANDERLEI MARTINS DO COUTO E MORO EM PETRÓPOLIS RJ MAS MINHA FAMÍLIA É DE MAR DE ESPANHA MG E REGIÃO
    ALÉM PARAÍBA,AVENTUREIRO,SENADOR CORTES,ETC: MEU PAI JÁ FALECIDO ALCIDES MARTINS DO COUTO NASCIDO EM 14/05/1923 E MINHA MÃE IZOLINA RIBEIRO DO COUTO NASCIDA EM 09/01/1926 HOJE COM 86 ANOS, MEUS AVÓS PATERNOS FALECIDOS SÃO ALBERTO MARTINS DO COUTO E EFIGÊNEA ? DO COUTO MEUS AVÓS MATERNOS FALECIDOS FRANCISCO RIBEIRO DA COSTA E MARIA LUISA ? DO COUTO. SERÁ QUE VOCÊ CONSEGUE ME DIZER SE SOMOS DESCENDENTES DESTA FAMÍLIA?
    AH MINHA MÃE ERA PRIMA DO MEU PAI E MINHA SEMPRE FALOU QUE OS AVÓS DELES ERAM PORTUGUESES
    DESDE JÁ AGRADEÇO, QUE DEUS ABENÇOE VC E TUA CASA!!!
    CONTATO: delei_ib@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Meu pai se chama Geraldo Martins Ribeiro,filho de Francisco José Martins e Natalina Ribeiro Martins que moravam em Abre Campo,M.G.Gostariade saber se sou descendente desta família.Parabéns pelo Lindo Trabalho!Agradeço desde já!!!

    ResponderExcluir
  9. Olá estou à procura dos descendentes de Antonio Romualdo Martins do Couto, teve filhos que foram "doados" em Alegre-ES, em função da perda no parto de sua esposa Inês.

    ResponderExcluir
  10. meu avo era zozimo dos reis couto estams, na regiao do es santo.meu nome e v,couto ribeiro minha avo ,amalia das dores couto,sera que faço parte desta historia tambem, data 25/04/2013

    ResponderExcluir
  11. Bom dia Mauro, -parabéns pelo lindo trabalho.

    Bom dia a todos,

    Me chamo José Aparecido Martins da Silva, nasci em Tomazina - Paraná, e estou iniciando a pesquisa sobre a ascendência de minha família.

    Meu Pai: Valdolino Martins da Silva.
    Mau Avô: José Martins da Silva.

    Consta que meus bisavós teriam vindo de Minas para o Paraná, -assim que tiver essas informações registrarei aqui.

    ResponderExcluir
  12. Na Petrobras, Refinaria Duque de Caxias, nos anos 70, do século 20, tive o enorme prazer de trabalhar e conviver com ANTÔNIO GARCIA MARTINS, natural de Mar de Espanha, e uma das pessoas mais cultas que conheci. De qualquer forma, fica meu abraço e meus parabéns pelo blog, mormente pelas fotos antigas das quais sou uma apaixonado e gostaria de saber se posso copiá-las, escrevendo o nome das pessoas e lhe dando o devido crédito.

    ResponderExcluir
  13. SOU VANIA MARIA DO COUTO MEU PAI CELIO GONÇALVES DO COUTO MEU AVÔ
    GERMANDO GONÇALVES DO COUTO ELEJÁ FALECIDO MAIS MEU PAI FALAVA QUE ELE MEU AVÔ ERA DE PORTUGAL SERA QUE SOU PARENDO DA FAMÍLIA DO COUTO

    ResponderExcluir
  14. vanderlan oliveira de moraes14 de novembro de 2014 12:39

    passei para deixar um forte abraço!!!
    Vanderlan oliveira de moraes

    ResponderExcluir
  15. Meu nome é Ronaldo, sou de Rio Espera e estou disponibilizando alguns registros de 1860 online no site de Rio Espera. em alguns registro vejo o nome Alferes José Gonsalves Couto já falecido quando em outubro de 1860 seu filho Benjamim foi batizado no Oratório da fazenda de D. Catarina.

    ResponderExcluir
  16. Alguém conhece José Carlos Dutra de Moraes dessa região Senador Cortês grata

    ResponderExcluir
  17. Meu avo Manoel Goncalves Moreira Couto , foi casado em primeiras nupciasn com dona Thereza Moreira Penna,e depois com Eudoxia Benedicto de Araujo, minha avo paterna. Seu irmao Jose Zeca Couto foi casado com Barbara Penna. Por favor me confirme se eatou certa.obrigada. Claudia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. BARBARA MOREIRA PENA,,,FOI CASADA ; ANTONIO GONÇALVES COUTO,,,,,SANTO ANTONIO DE SANTA BARBARA,MINAS GERAIS....MEUS ANCESTRAIS.........

      Excluir
  18. FAMILIA; CAPITAO,FIDELIS GONÇALVES DO COUTO,,,,FALECEU EM GUANHAES,M.G.....SUA FILHA FOI; ISABEL GONÇALVES DO COUTO.......

    ResponderExcluir
  19. PEÇO MAIS INFORMAÇOES SBRE O CASAL ANTONIO GONÇALVES COUTO E DE; BARBARA MOREIRA....QUE CASARAM EM SANTA BARBARA,M.G......QUAL OS NOMES DE SEUS FILHOS ?.

    ResponderExcluir
  20. PRECISO DOS NOMES DOS FILHOS DE; ANTONIO GONÇALVES COUTO E DE BARBARA MOREIRA,SANTA BARBARA,M.G....GRATO.

    ResponderExcluir