sábado, 9 de outubro de 2010

PADRE VICENTE FERREIRA MONTEIRO DE CASTRO E SEUS DESCENDENTES

Por: Mauro Luiz Senra Fernandes


Fazenda Bom Jardim - Angustura - Além Paraíba, MG

A família Monteiro de Castro faz parte do ramo da família Monteiro de Barros. Importante família de abastados proprietários rurais, estabelecida em Minas Gerais. A união dos dois sobrenomes teve princípio no Comendador Domiciano Ferreira de Sá e Castro, filho de Francisco Ferreira dos Santos e de Dona Helena Maria Negreiros Castro. Dedicou-se a mineração, não só em Minas Gerais como também na Província do Rio Grande do Sul.
Deixou vasta descendência de seu casamento em 1799, com Dona Maria do Carmo Monteiro de Barros, filha do Guarda-Mor das Minas de Ouro Preto Manoel José Monteiro de Barros, senhor da sesmaria de Gales de Cima, em São João Del Rey e Dona Margarida Euhrasia (Euphrosina) da Cunha Mattos, natural de Pilar de Ouro Preto.
De seu casamento nasceram os seguintes filhos:
Francisco Ferreira dos Santos, “Chico Mineiro”, que em 1824, servia como ajudante de administrador da Fazenda Real em Santa Ana do Livramento, no Rio Grande do Sul; Padre Vicente Ferreira Monteiro de Castro; Matheus Herculano Monteiro de Castro; Manoel José Monteiro de Castro, nascido em 1805 e faleceu em 1865 na cidade de Leopoldina, foi agraciado com o titulo de Barão de Leopoldina e foi casado com sua prima Clara Monteiro de Barros Galvão de São Martinho; Jacintho Manoel Monteiro de Castro; Lucas Antônio Monteiro de Castro, agraciado com o título de Segundo Barão de Congonhas do Campo, casou em primeiro matrimônio com sua sobrinha Helena Monteiro de Barros, filha de sua irmã Maria da Conceição e em segundo, com Belarmina Monteiro de Barros; José Joaquim Monteiro de Castro; Maria da Conceição Monteiro de Castro, casada com o Coronel José Joaquim Monteiro de Barros; Anna Helena Monteiro de Castro; Margarida Euphrasia Monteiro de Castro; Joana Monteiro de Castro; e Dominciano Antônio Monteiro de Castro.
O Padre Vicente Ferreira Monteiro de Castro nasceu na cidade mineira de Congonhas do Campo, aproximadamente em 1802. Habilitou-se em “De Genere et Moribus” em Mariana, no ano de 1823 e Ordenou-se na mesma localidade em 2 de maio de 1825.
Foi o segundo filho do casal Domiciano Ferreira de Sá e Castro e de Dona Maria do Carmo Monteiro de Barros, uma das mais respeitáveis famílias de Minas Gerais.
No ano de 1840 foi nomeado para Vigário da Capela do Arraial de Madre de Dios do Angu – Vila de Angustura - em São José de Além Paraíba, onde ficou até 1858 e substituído pelo Monsenhor Henrique Borges de Souza Aciole.
Foi transferido para Paróquia de São José de Além Paraíba em 1859 e faleceu em 1863 na Fazenda do Bom Jardim no Distrito de Angustura, onde foi vigário de São José de Além Paraíba até 6 de maio de 1863, quando faleceu e foi sepultado no Cemitério da Irmandade do Santíssimo Sacramento.
Conforme fonte oral e através de pesquisas confrontadas nos livros de batismos de Congonhas e em Angustura, o Padre Vicente teve vários filhos naturais, o primeiro foi com Joana Angélica:
José Joaquim Ferreira Campos, nascido em Congonhas do Campo onde se casou com Ritta Maria da Conceição e falecido em 1916. Recebeu o nome do irmão do Padre Vicente – José Joaquim Monteiro de Castro.

Os outros filhos foram de Cândida Maria da Conceição, que viveu e residiu na Fazenda do Bom Jardim em Angustura, com o Padre Vicente entre 1840 até 1859, quando faleceu e seus filhos foram:

Elisa Maria da Conceição que nasceu aproximadamente em 1840, na Fazenda Bom Jardim, foi casada com Antônio da Silva Ferreira e faleceu em 20 julho de 1909. Tiveram os seguintes filhos: Albertino, batizado em Angustura pelo próprio Padre Vicente e Augusto da Silva Ferreira, afilhado dos avós Padre Vicente e Cândida Maria, foi casado com Antonietta Diniz Ferreira e foi proprietário da Fazenda da Cruz em Marinópolis;
Patrocínia Maria da Conceição que nasceu aproximadamente em 1848, na Fazenda do Bom Jardim, foi casada com o português José Antônio de Albuquerque que administrou a fazenda onde ela nasceu;
José Joaquim de Castro que nasceu aproximadamente em 1844, na Fazenda Bom Jardim e faleceu antes de 1916. Foi casado sem deixar descendentes com Ritta Maria da Conceição, na cidade de Congonhas do Campo (José Joaquim é o nome do irmão do padre Vicente, José Joaquim Monteiro de Castro);
Antônio José de Castro que nasceu aproximadamente em 1848, na Fazenda Bom Jardim e faleceu em 14 de novembro de 1870 (Antônio Joaquim é o nome do primo do Padre Vicente, Antônio José da Fonseca Monteiro de Barros);
Maria do Carmo de Castro que nasceu aproximadamente em 1850, na Fazenda Bom Jardim. Em 25 de fevereiro de 1865, casou-se com o português Bernardino Costa de Oliveira (Maria do Carmo é o nome da mãe do Padre Vicente, Maria do Carmo Monteiro de Castro);
Vicente Ferreira de Castro que nasceu aproximadamente em 1852, na Fazenda Bom Jardim e faleceu na cidade mineira de Palma – recebeu o nome do próprio pai;
Francisco Ferreira de Castro que nasceu aproximadamente em 1855, na Fazenda Bom Jardim. Foi casado com Philomena Graciosa de Castro (Francisco é o nome do avô do Padre Vicente, Francisco Ferreira dos Santos);
Domiciano Ferreira de Castro que nasceu aproximadamente em 1856, na Fazenda Bom Jardim. Foi casado Guilhermina Antunes de Castro (Domiciano é o nome do pai do Padre Vicente, Domiciano Ferreira de Sá Castro);
Margarida Euphrasia de Castro que nasceu aproximadamente em 1857, na Fazenda Bom Jardim. Foi casada em primeiro matrimônio com Faustino José Rodrigues Campos e em segundo, com Manoel Barcellos Machado. Entre os filhos do primeiro matrimônio registra-se: Desembargador Francisco de Castro Rodrigues Campos, casado com Regina Martins Soares e eram pais do Governador de Minas Gerais Dr. Milton Campos (Margarida Euphrasia é o nome da avó do Padre Vicente, Margarida Euphrasia da Cunha Mattos);
Francisca Monteiro de Castro que nasceu aproximadamente em 1859, mesmo ano do falecimento de sua mãe, na Fazenda Bom Jardim. Casou-se em Angustura, em 15 de outubro de 1873, com João Celestino Ferreira (Francisca é o nome da prima do Padre Vicente, Francisca de Assis Monteiro de Barros Galvão de São Martinho).

Fonte: Celso Falabella de Figueiredo Castro e João Batista Vieira Vidal



Fazenda Bom Jardim - Angustura - Além Paraíba, MG

Nenhum comentário:

Postar um comentário