terça-feira, 11 de outubro de 2011

UM BARÃO SEM O BARONATO – SILVESTRE JOSÉ FURTADO TORRES – BARÃO DA TORRE

Por Mauro Luiz Senra Fernandes




Barão do Café – Denominação utilizada para identificar o grande cafeicultor. Indicava seu prestígio social e influência política, pois o barão do café foi a figura dominante da sociedade imperial. A maioria deles possuía títulos de nobreza, concedidos pelo Imperador.

Silvestre José Furtado Torres nasceu em 17 de junho de 1859, faleceu em 18 de setembro 1949 e era filho do Capitão Francisco José Furtado e Maria Francisca de Jesus.
Foi casado com Felisbina Maria de Almeida, nascida em 10 de junho de 1857 e faleceu em 20 de agosto de 1949.

Proprietário da Fazenda da Torre em Santo Antônio do Aventureiro, grande cafeicultor da região, recebeu o apelido de Barão da Torre, não por decreto do Imperador.

Anotações do Barão:
Datas de nascimentos dos filhos de Silvestre José Furtado Torres (Barão) e Felisbina Maria de Jesus.

• Meu filho Amâncio nasceu no dia 8 de abril de 1878.
Padrinhos: João Salustiano de Almeida e Pedro da Silveira Morais.
Madrinha: Escrava Magdalena.
Batizado em Santo Antônio do Aventureiro, MG.

• Minha filha Maria Affra nasceu no dia 24 maio de 1879.
Padrinho: Joaquim Antônio Pereira.
Madrinha: Dona Maria Francisca de Jesus e Francisca Maria de Jesus.
Batizada na Fazenda da Torre.

• Minha filha Honorina nasceu no dia 2 de abril de 1881.
Padrinho: Lindolpho Cardoso Brochado.
Madrinhas: Maria Francisca Pires e Joaquina Maria de Jesus,
Batizada em Santo Antônio do Aventureiro, MG.

• Meu filho Rodolpho nasceu no dia 30 de julho de 1882.
Padrinho: Dr. Henrique Duarte da Fonseca.
Madrinha: Dona Maria Felícia, moradora em Santo Antônio do Aventureiro.
Batizado em Santo Antônio do Aventureiro.
Foi madrinha de representar a escrava Conrada.

• Minha filha Deolinda nasceu no dia 8 de maio de 1884.
Padrinhos: José Ignácio de Abreu, sua mulher Dona Clara e sua filha Dona Augusta.
Batizado em Santo Antônio do Aventureiro, MG.

• Meu filho Firmiano nasceu em 11 de outubro de 1885.
Padrinhos: Eduardo Antônio da Silva Santos e Manoel José Furtado.
Madrinha: Maria do Carmo Nazareth.
Batizada em Santo Antônio do Aventureiro.
• A minha filha Idalina nasceu no dia 17 de fevereiro de 1887.
Padrinhos: Francisco José Furtado Torres Sobrinho.
Madrinha: Maria Catarina dos Santos.
Madrinha de representar: Florinda Maria Furtado.
Batizada em Santo Antônio do Aventureiro, MG.

• Minha filha Francisca nasceu no dia 12 de abril de 1888.
Padrinhos: José da Rocha Pires Sobrinho e sua mulher Dona Francisca.
Foi batizada em Santo Antônio do Aventureiro, MG.

• Minha filha Rita nasceu no dia 31 de outubro de 1889.
Foi batizada em casa.

• Minha filha Macimila naceu mo dia 1 de maio de 1892.
Padrinhos: Meu filho Amâancio.
Madrinha: Minha filha Maria.

• Minha filha Sebastiana nasceu no dia 24 de maio de 1886.
Foi batizada na Igreja de Santo Antônio do Aventureiro.
Padrinho: José da Silva Santos.
Madrinha: Dona Tereza dos Santos.

• Meu filho Turíbio nasceu no dia 9 de maio de 1899.
Padrinho: Antônio Carlos Ferreira.
Madrinha: Dona Tereza Dutra.

Cópia feita por Dimas Santos (neto do Barão); outubro de 1960


Sebastiana Torres com seu primeiro esposo José Venâncio e a sobrinha Maria do Marcionilio, filha de um irmão com uma escrava da Fazenda da Torre


 Sebastiana Torres com o seu segundo esposo Manoel Dutra de Moraes e os filhos

 

Livro de Óbitos da Igreja de Santo Antônio do Aventureiro - 1868 a 1890

“Aos dezoito de Fevereiro de mil oitocentos e oitenta e três, n’esta Parochia de Santo Antonio do Aventureiro, no Cemitério Geral, pelas quatro horas da tarde, foi sepultado o cadáver de Honorina, branca, filha de Silvestre José Furtado Torres e Felisbina Maria d’Almeida, de dous annos de idade, natural d’este Curato, fallecida de coqueluche no dia dezessete às seis da tarde, do que faço este termo que assigno. O Cura Alfredo Ferreira Norton.”

 
Capitão Francisco José Furtado - Pai do “Barão da Torre”

O Capitão Francisco José Furtado ao fim da vida morava com a família na "Fazenda da Torre" em Santo Antônio do Aventureiro e nasceu por volta de 1819.

Por volta de 1837 casou-se com Maria Francisca de Jesus.

O Capitão faleceu aos 12 de abril de 1872 na Fazenda da Torre. Óbito registrado na Paróquia de Santo Antônio do Aventureiro no ano de 1872 sob o número 135.

Lista de filhos, conforme o Inventário do Capitão:

Major José Francisco Furtado Torres que se casou por volta de 1864 com Maria Joaquina de Jesus. Faleceu ele em Inhapim em 1913 e ela em 1920.
Cândido José Furtado que se casou com Maria Porcina de Jesus.

Francisco José Furtado que se casou com Maria Francisca Pires.


Ritta Francisca de Jesus que se casou com João Antônio Pereira.


Maria Francisca de Jesus que se casou com Pedro José Furtado.


Francisca Maria de Jesus que se casou com Guerino Salustianno de Almeida.
Joanna Francisca Furtado que se casou com Francisco de Paula Almeida.
Manuel Francisco Furtado que se casou com Felisbina Maria de Jesus.
Joaquina Maria Furtado que se casou com José Venâncio de Almeida.

O mais novo Silvestre José Furtado que se casou com Felisbina Maria de Almeida.

Foi desarquivado o Inventário do Capitão no ano de 2010.
Dele se depreende que:

Os velhos residiam na Fazenda da Torre à época do óbito (em 1872). Pareceu-me que eram 56 (?) alqueires de terras;
A velha viúva já era muito doente;
Tinham outras terras na Fazenda Vertente do Rio Pardo, com 70 alqueires de terras;
Tinham mais terras na Fazenda da Pedra, onde plantavam café;
Tinham ainda mais outras terras na Fazenda São José, com 56 alqueires (?);
O 'Barão' era solteiro, de 13 anos de idade;
A velha ficou com terras na Fazenda da Torre, na Fazenda Vertente do Rio Pardo e também na Fazenda São José;
O 'Barão' ficou com terras na Fazenda Vertente do Rio Pardo;
Major José Francisco Furtado Torres ficou com terras em várias destas fazendas, sendo a maior parte na Fazenda Vertente do Rio Pardo, onde morava;
Major José Francisco Furtado Torres por ser o filho mais velho ficou como tutor do 'Barão' que era o mais novo e ainda menor;
Em 1874 o Oficial de Justiça intima Major Zeca Torres sobre a tutela do irmão na Fazenda Bela Vista. Parece que ele morava nesta fazenda;
Anos depois no mesmo processo o Barão Silvestre se apresenta como maior de idade e habilitado para se casar com a esposa Felisbina.
O 'Barão deve ter herdado da mãe ou negociado com os irmãos posteriormente e ter por fim possuído a Fazenda da Torre que a ele pertenceu e que lhe deu fama.

Fonte: Geraldo Magela da Silva Araujo

Um comentário:

  1. SOU AGNALDO JOSE DA SILVA TORRES,FILHO DE ROBERTO PAULO TORRES E NETO DE JOSE FURTADO TORRES E MARIA DE SOUZA.ESTIVE EM ALEM PARAÍBA HA 33 ANOS ATRAS,NASCI EM ITAGUAÍ, TENHO 38 ANOS.FUI AI NA CASA DE MARIA DO CARMO TORRES FERREIRA E GILSON FERREIRA,IRMA E CUNHADO DO MEU PAI,O BRANCO,TENHO ALGUM PARENTESCO COM O BARÃO DA TORRE? (RTORRES20102010@HOTMAIL.COM AGUARDO RESPOSTAS OBRIGADO.

    ResponderExcluir